Primeiro dia do julgamento de policial federal que matou estudante em boate termina com oitiva de 7 testemunhas no AC | Acre

“Nunca um policial federal pagou pelos seus erros, todos fazem o que fazem aqui e vão embora. Não desejo nada de ruim. Ele tirou a vida do meu do filho e diz que foi em legítima defesa, sendo que meu filho nem conhecia esse homem, nem estava perto dele. Não sou Deus para perdoar. Não tenho ódio, mas tenho mágoa, porque quiseram colocar meu filho como desordeiro e ele matou meu filho, sem nem saber, disse que meu filho foi quem bateu nele e não foi. Eu queria que perdesse a farda, porque não tem competência para ser policial federal, ele não tem como proteger vidas, se ele tira vidas.”

Fonte: G1 – CNN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: