O estoque de US $ 45 bilhões da Rússia em Yuan está ajudando as sanções climáticas de Moscou


  • A Rússia tem um estoque de US$ 45 bilhões em yuan chinês que poderia ajudá-la a resistir às sanções, de acordo com a Bloomberg.
  • A nação poderia vender reservas de yuans para compensar as perdas em sua receita de petróleo.
  • Moscou tem procurado aprofundar os laços com Pequim em meio a uma enxurrada de sanções ocidentais.

A Rússia tem um estoque de US$ 45 bilhões em yuan chinês que está ajudando Moscou a enfrentar uma queda maciça em suas receitas de energia, à medida que as sanções ocidentais atingem sua economia.

A venda de suas reservas de yuan ajudará a Rússia a cobrir suas perdas nos próximos três anos, de acordo com uma análise da Economia Bloomberg. O Citigroup estima que irá cobrir as perdas por um período ligeiramente mais curto, cerca de dois anos e meio.

A duração das reservas dependerá das flutuações do preço do petróleo russo, que é uma das maiores commodities de exportação da Rússia. Sua principal mistura de petróleo dos Urais está sendo negociada em torno de US$ 50 o barril – um terço do que era no ano passado, informou a Bloomberg. Se os Urais caírem ainda mais para a faixa de US$ 40 a US$ 50, as vendas de yuans por mês podem precisar triplicar. Se cair para US$ 25, a Rússia pode vender todo o seu estoque de yuans este ano.

Isso vem depois do última rodada de sanções ocidentaisincluindo a proibição da União Europeia ao petróleo russo e o preço máximo de US$ 60, o que impede a Rússia de usar serviços de transporte e seguros ocidentais para vender seu petróleo, a menos que esteja abaixo do nível de preço.

As medidas prejudicaram gravemente a receita do petróleo da Rússia, o que pode significar problemas para o país no longo prazo, alertam os economistas. O banco central da Rússia chamou o teto do preço do petróleo e a proibição da UE “choques econômicos” ao seu sistema financeiro, e à nação Receita do petróleo caiu US$ 15 milhões apenas na última semana de 2022, restando apenas alguns compradores de petróleo russo.

O déficit orçamentário do país também atingiu um novo recorde de 3,9 trilhões de rublos, ou US$ 56 bilhões, em dezembro. Se continuar gastando nesse nível, o petróleo dos Urais precisaria ser vendido a US$ 90 o barril este ano, ou quase o dobro do preço atual, para atingir o ponto de equilíbrio, estimou a Bloomberg.

Putin enfatizou a resiliência da economia da Rússia e disse que expandiria as parcerias com aliados como China e Índia para compensar a perda comercial. A nação tem se apoiou fortemente na China em particular, e o yuan é a única moeda mundial que a Rússia pode usar no mercado de câmbio depois sanções ocidentais cortam o acesso às reservas de dólares e euros.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: