Ibovespa fecha em alta impulsionado pelo setor de varejo e consumo- Forbes

Nesta terça-feira (24), o Ibovespa fechou em alta de 1,16% a 113.028,15 pontos, totalizando em volume financeiro de R$ 21 bilhões, devido à alavancagem das ações no setor de varejo e consumo no segundo dia de pregão sem Americanas. Porém, as ações da Petrobras caíram devido à indicação de Jean Paul Prates para o cargo de CEO. O conselho de administração da Petrobras vai discutir o assunto na próxima quinta-feira (26). 

As ações da Magazine Luiza (MGLU3) se beneficiaram com a saída da concorrente Americanas e tiveram a maior alta no dia, subindo um total de 9.41% a R$ 4,42. Ricardo Brasil, fundador do Gava Investimentos, explica: ” Magazine Luiza subiu hoje porque alguns investidores que querem investir em varejo, em vez de comprar Americanas, migram para a empresa”. O impulsionamento do setor de consumo alavancou o mercado, que fechou em alta depois de dois dias de queda.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Porém, as commodities tiveram um dia de baixa, com as ações da Petrobras (PETR3 e PETR4) acompanhando a desvalorização do petróleo enquanto acionistas esperam pela reunião da próxima quinta-feira (26), que discutirá a entrada de Prates como o novo presidente da companhia.

Hoje, o IBGE atualizou as projeções do IPCA-15, termômetro para a inflação, que iniciou o ano em leve aceleração e acima do esperado. De 5,87% ante os esperados 5,84%, o IPCA subiu 0,55% a mais do número previsto no último relatório. Piter Carvalho, economista chefe da Valor Investimentos, comenta: “O IPCA-15 vindo acima do esperado já mostra que a inflação deve ser uma preocupação, e deve fechar o ano acima dos 6%”.

No cenário político, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse a empresários em Buenos Aires, que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) voltará a financiar as relações comerciais do Brasil. A criação de uma moeda para facilitar o câmbio entre Brasil e Argentina segue no radar do mercado. De acordo com o economista e sócio da BRA-BS Beto Saadia: “A criação de uma moeda peso-real a princípio nada mudaria o potencial econômico dos países sul-americanos. Mas se a ideia surgir como resultado num futuro bem distante para atingimento de metas combinadas, será positivo.”

Nos Estados Unidos, ocorreu um movimento de instabilidade no mercado acionário com a temporada de balanços ocupando as atenções em Wall Street. O dólar à vista fechou em queda de 1,10% ante o real, a R$ 5,1427. Cristiane Quartaroli, economista do Banco Ourinvest, explica: “ A economia americana está se recuperando mais rápido do que o esperado e reforça que o Fed poderá ter uma postura mais moderada na próxima semana, podendo dar uma pausa da alta de juros. Isso é positivo para as moedas emergentes”.

Na Europa, os mercados acionários fecharam o dia em queda, uma vez que dados melhores do que o esperado sobre a atividade empresarial na zona do euro alimentaram preocupações de que o Banco Central Europeu (BCE) teria mais espaço para elevar suas taxas de juros.

Na Ásia, o índice acionário japonês Nikkei fechou em uma máxima de mais de um mês, recuperando todas as perdas desde que o Banco do Japão fez um ajuste inesperado no mês passado, com as ações de tecnologia acompanhando a força de Wall Street. Os demais mercados continuam fechados devido ao feriado do Ano Novo chinês.

(Com Reuters)

Fonte: Forbes Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: