Criadores de The Last of Us confirmam popular teoria de fãs sobre os fungos

O apocalipse do Cordyceps – que é o grande desastre da série The Last of Us – continua envolto em mistério! No entanto, o segundo episódio da série da HBO Max atingiu em cheio uma das teorias mais convincentes sobre a origem do cataclismo. Em uma entrevista recente, os criadores da série também falaram sobre o assunto.

“Uma trama que beira a extinção humana. Vinte anos após a queda da civilização, Joel é contratado para tirar Ellie de uma zona de quarentena perigosa”, afirma a sinopse oficial de The Last of Us na HBO Max.

Continua depois da publicidade

Liderado por Pedro Pascal (The Mandalorian) e Bella Ramsey (Game of Thrones), o elenco de The Last of Us conta também com Anna Torv (Mindhunter), Gabriel Luna (Agents of SHIELD), Merle Dandridge (Greenleaf), Melanie Lynskey (Yellowjackets), Nick Offerman (Parks and Recreation, Murray Bartlett (The White Lotus) e Rutina Wesley (True Blood).

Revelamos abaixo o que os criadores de The Last of Us falaram sobre uma das teorias mais populares sobre os fungos; confira!

Para criadores de The Last of Us, origem do apocalipse é “explícita”

De acordo com muitos fãs de The Last of Us, o apocalipse do Cordyceps foi causado por grãos infectados pelo fungo.

Na sequência de abertura do 2º episódio da série, ambientada em Jakarta, a produção da HBO Max parece confirmar a teoria: os primeiros casos da infecção, aparentemente, foram causados pela comida infectada.

Em um papo com a revista Variety, Neil Druckmann e Craig Mazin, os co-criadores de The Last of Us, confirmaram a teoria dos fãs.

“Acho que ficou bem explícito”, comentou Mazin. “É verdade, nós meio que confirmamos a teoria”, disse Druckmann.

O apocalipse de The Last of Us, dessa forma, começa à medida que o Cordyceps passa a infectar uma fábrica de farinha na Indonésia.

Como muitos fãs já perceberam, ainda no primeiro episódio da série, Joel e Sarah ouvem no rádio uma notícia sobre um “incidente” na capital do país.

Além disso, durante os capítulos de estreia, Joel, Sarah e Tommy chegam perto de comer panquecas, cookies e biscoitos. Todos esses itens são feitos com farinha, e por isso, teriam transformado os protagonistas em zumbis canibais.

“No primeiro episódio, nós colocamos pistas sobre o que aconteceria se os Millers tivessem comido aquelas panquecas. Já no segundo episódio, mostramos como tudo começou”, explicou Druckmann.

A sequência de estreia do segundo episódio de The Last of Us, elogiada por público e crítica, mostra a desolação de uma micologista (especialista em fungos) ao perceber o que realmente estava acontecendo – e ao entender a iminência do apocalipse.

Os episódios de The Last of Us são exibidos semanalmente, todos os domingos, pela HBO Max.

Fonte: Legião dos Heróis – Observatório do Cinema – Legado da Marvel – Legado da DC – O Vício

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: