‘Big techs’ demitem mais de 50 mil pessoas em 3 meses | Tecnologia

“Muitas dessas empresas cresceram em 2020 e aí depois houve a queda. No auge da pandemia, a digitalização aumentou. Todo mundo estava em casa, muitos recebem auxílio do governo e as pessoas gastaram mais online”, explica ao g1 Arthur Igreja, especialista em tecnologia e inovação e professor convidado da FGV.

Fonte: G1 – CNN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: